30.10.09

Porreiro Spa


Dizem que os Spas são coisas de gajas. Também diziam o mesmo dos cremes para a cara. Se esta última fosse verdade, então eu era uma gaja, por sinal aquela com mais mau aspecto à face da terra. Por isso, tento não arriscar muito nesses juízos de valor e investir em coisas mais seguras, como por exemplo raspadinhas.

Agora, o que eu sei é que há muita coisa gordurosa e pseudo-proto-pasto gordurosa por detrás do pensamento de quem dá nome a Spas. E olhem que eu já dei nome a muitas coisas, incluindo à velhota que me deu com a bengala nas costas o caminho todo no autocarro.

Esqueçam nomes simples e directos, até porque só o conceito Spa não chega. Há que mostrar requinte, classe, charme, glamour, natureza, tranquilidade, paz, bem-estar e um coche de cachet. Se for possível numa só palavra e, de preferência que não seja portuguesa. Assim um latinzinho ou um inglês, se faz favor, que a malta investiu nos azulejos e um nome em português não é assim grande espiga.

Ao pensar em Spa, o conceito da coisa atinge-me. Não preciso de banha tipo Relaxus ou Pieces of Zen Mother Nature This is not Cheap Spa para perceber que é bom. O preço, por norma, também ajuda a perceber.

“Ah, meu mafarreco que também deves cortar o cabelo em cabeleireiros pós-modernos, então tu gostas é disso”, dizem os acérrimos defensores do corte de cabelo com faca de mato e esfoliação natural em pedras da calçada que, por mero acaso vieram cá parar ao teclar “Teletubbies” no Google.

Meus caros, vamos com calma que eu sou gajo para cuspir tanto na sopa como na avó que a preparou com tanto carinho. Agora não sou é urso ao ponto de pensar que é um Spa que me vai arruinar a fama de biltre de barba rija.

Especialmente quando de ver tantos nomes possidónios e pseudo-concepts-armados ao pingarelhos fiquei tenso até à ponta dos cabelos. Já me enchiam a tromba de chocolate ou seixos da Islândia do Norte a ver se eu relaxava. Ai já, já.

4 comentários:

  1. "Eu sou gajo para cuspir tanto na sopa como na avó que a preparou com tanto carinho". Tu és mesmo fofinho, Mak...

    ResponderEliminar
  2. Se fosse uma jeitosa que te enchesse a tromba de chocolate, até queria ver se não relaxavas... :p

    ResponderEliminar
  3. Muito giro este blog.
    Já agora visita www.diariosemtabaco.blogspot.com
    O dia a dia sem tabaco

    ResponderEliminar
  4. Eu queria ser internada num e ando a fazer por isso. Se conseguir arranjo-te umas idas de borla, mas tens que prometer manteres a virilidade, ok? Bates à recepcionista no fim, ou arrotas.
    Gostei do teu blogue.
    Bjs

    ResponderEliminar

Se vais dizer alguma coisa, escreve, não fiques para aí a olhar.