26.1.09

Alemães, Samba e o êxito do LSD nos anos 70

Há imagens que valem mais que mil palavras. Por essa ordem de ideias, há vídeos que valem milhões de palavras e este é um deles.

Não interessa que não percebas alemão. Interessa apenas que aguentes 30 segundos, para depois perceber que há ritmos latinos que nunca vão condizer com povos germânicos. Mesmo que eles se esforcem muito...

7 comentários:

  1. Não condiz nada mesmo. Mas tele vídeo vale também pelas "fatiotas"... São lindas as perneiras/meias sem pés ou lá o que se pode chamar a isso que os mocinhos usam!

    Beijinhos,

    T

    ResponderEliminar
  2. Mas também, em defesa deles, há que dizer que qualquer coisa deste género que venha dos anos 70, independentemente do povo, arrisca-se a ser igualmente ridículo..;)

    ResponderEliminar
  3. É pá, que giro. Eu cá acho que eles dançam muito bem! Não tem nada a ver com Samba, é verdade, mas tomaras tu Mak dançar assim na discoteca...em vez de estares sempre encostado ao balcão de copo na mão...

    ResponderEliminar
  4. Não conheces certamente Mak "Night Fever" para fazer esses comentários...

    ResponderEliminar
  5. (Estou a treinar-lhes os passos, agora não posso comentar)

    ResponderEliminar
  6. Tem por perto o contacto de um ortopedista...

    ResponderEliminar
  7. Que medo! Acho que vou ter pesadelos esta noite!

    ResponderEliminar

Se vais dizer alguma coisa, escreve, não fiques para aí a olhar.