4.12.08

A tua língua sabe a peixe?


Além de me questionar sobre se o Cristiano Ronaldo, motivado pela conquista da Bola de Ouro, ponderar alargar os seus horizontes pessoais e aprender mais um idioma – o português ou se o Lobo Antunes, que ainda o mês passado dizia “Os prémios não são dados a quem os merece, nem pelas melhores razões”, vai usar parte dos 118 mil Euros do Prémio Juan Rulfo de Literatura e Línguas Latinas para emoldurar com estilo essa sua citação, outros assuntos mais importantes passam pela minha cabeça.

O termo “linguado”, usado para definir um beijo em que algumas doses de saliva trocam de lar à boleia de línguas marotas, é a modos que algo limitado e irrita-me que haja pouca alternativa no mercado em termos de nome. Ok, é engraçadito o paralelismo entre a língua e o simpático peixe que ocasionalmente faz parte da minha ementa mas, entre imagens mentais mais agradáveis, não consigo evitar que uma boca com cheiro a peixe ou a textura do mesmo assomem em estilo de pesadelo.
Vejam só a diversidade em inglês e afins, segundo a Wikipedia:

"French Kiss - It is also known as tongue kissing, tongue fighting, pash, hooking up, busting slob, mugging it up, making-out, macking on, meeting, shifting, necking, getting into, snog, slipping the tongue, popping tongue, sucking face, swapping spit, deep kissing, getting off with, pulling, tongue wrestling, slug wrestling, tonsil tennis, tonsil hockey, Frencher (Quebec) and frenching. An older name for 'French kissing' is cataglottis, from cata (down), glottis (throat). In French it is simply embrasser avec la langue (literally, to kiss with the tongue) or the slang version rouler une pelle (to roll a shovel), or "rouler un patin" (to roll a skate (as in ice-skate, or roller-skate))."

Entre nós, os cerca de cinco, creio que arranjávamos algumas sugestões para quebrar a tradição. Não vos parece?

17 comentários:

  1. Entrada nas entranhas.


    .... and so on.

    ResponderEliminar
  2. Transferência inter-linguária

    Tsunamigdalas

    Lingote

    Isto só para não sentires que trabalhas sozinha Catarina ;)

    ResponderEliminar
  3. Toque lingual? (que horror...) :)

    ResponderEliminar
  4. Beijo encharcado
    O Beijo da Mulher Arranha
    Línguas de Sobra

    ResponderEliminar
  5. Ah então necking é isso (deparei-me com a palavra há umas semanas e não me dei ao trabalho de a verificar, fiquei na ignorância)..

    temos tantos estrangeirismos..porque é que não adoptamos mais um?
    eu gostei do "snog"..soa bem.

    ResponderEliminar
  6. Bom, pelos efeitos que causa eu chamava-lhe o "molha tudo"
    É que, normalmente, a coisa não se fica pela normalmente por ali... alastra!!!

    Bjinhos (dos outros... normais ;)

    T

    ResponderEliminar
  7. E, pelos vistos, baralhou-me a escrita, este assunto! so escrevi baboseiras...

    ResponderEliminar
  8. linguado, french kiss ou snog, por mim, bem dado é muito bom.
    Há é aquelas pessoas q não sabem dar, e a esses beijos chamo de máquinas de lavar roupa, if you know what i mean.

    ResponderEliminar
  9. Já que os anglicismos andam mais ou menos à volta do "French" ou das "Tonsils",nós poderíamos adaptar outros peixes à questão: Chapota, Salmão (este é bastante onomatopaico), Marmota, Besugo (este mais apropriado ao "snog")...

    ResponderEliminar
  10. Fala-se em beijokiss e é ver malta a ataviar respostas. Sabem muito, sabem...

    ResponderEliminar
  11. O nome é irrelevante desde que eles (os beijos) continuem a vir.

    ResponderEliminar
  12. Nada como "os meles": é ordinário qb (no sentido de ser vulgar), mas ao mesmo tempo doce e picante (se pensarmos nas abelhas).

    ResponderEliminar
  13. venho atrasado mas acho que ainda a tempo de uma baboseira genial, acompanhem-me...ora a minha proposta de nome para este estilo linguistico é (rufos...): Beijo camaleão!

    1. O camaleão estica a lingua para apanhar outros bichos. Isto é ponto assente num "linguado".

    2. Os camaleões "misturam-se" com a paisagem de modo a confundirem-nos ao estilo de "o que é o quê?" e "onde está o quê?", confere também.

    Espero que tenha trazido algo de novo a esta paróquia. Obrigado e bem haja.

    ResponderEliminar

Se vais dizer alguma coisa, escreve, não fiques para aí a olhar.