13.11.08

Ocultamente famoso

Não é raro termos prova que Lisboa é um centro atractivo para a elite místico-intelectual africana. Já falei disso e, quase todos os dias, chegam às nossas mãos panfletos falando sobre as capacidades destes Professores, Mestres e afins. Embora não sabendo em que tipo de Universidade se dão as cadeiras de Cura de Impotência via Telefone, Análise de Azares I, II e III ou Resolução Prática de Problemas Amorosos, gosto de utilizar o exemplo destes senhores para mostrar que a teoria de que só temos cá mão de obra africana não qualificada é claramente falsa.

No entanto, quis o destino e talvez algum azar amoroso do meu pára-brisas que um folheto do imponente Professor Karim ficasse preso no meu carro. Embora não vos mace com a secção do mesmo em que ele mencionava curar tudo, desde ressacas a problemas da vida, passando por nódoas espirituais na alcatifa, houve uma capacidade deste catedrático que me surpreendeu. Vejamos:




Portanto, apesar de fazer trabalhos ocultos, um termo que leva o comum mortal a crer que ninguém saberá que foram feitos ou quem os fez, o Prof. Karim alardeia fama junto de personalidades do mundo inteiro. Ou seja, o seu anonimato na área do oculto é mundialmente reconhecido.

Concluindo, em jeito de repetição, se alguém quiser um trabalhinho que ninguém saiba que foi feito ou por quem foi feito, toda a gente sabe que o o Professor Karim é o a pessoa certa para o fazer. Digo eu, que pouco sei.

Confuso? Nem tanto, se tivermos em conta que a lógica também é uma coisa muitas vezes oculta neste ramo.

1 comentário:

  1. Eu gosto do professor Caramba, que aliás ficou com este nome profissional por causa das pessoas dizerem "Caramba, o gajo é bom nisto!"

    ResponderEliminar

Se vais dizer alguma coisa, escreve, não fiques para aí a olhar.