15.9.08

Me, Myself and I

O facto de ter sobrevivido aos acontecimentos anunciados no post anterior fez-me aperceber que não podia adiar mais este texto, pois nunca se sabe o que o futuro ou 18 caipiroskas nos reservam. Assim sendo, dado os resultados da sondagem que avaliou o que pensam que eu ando a fazer durante o dia, cabe-me esclarecer o seguinte:

Em todas as opções havia algo de verdade, uma vez que acredito muito mais nas virtudes da mentira diluída face à versão pura. No entanto, devo dizer que a audiência deste pasquim não vive totalmente alienada já que uma das versões mais votadas é sem dúvida a mais verdadeira.

Houve quem se entretivesse a fazer flutuar o voto para garantir o equilíbrio, coisa que acho mal e que é digno de gente com baixos estatutos morais, como eu próprio. No entanto, posso dizer que este espaço não é para mim um escape para um trabalho cinzento diário. Utilizo-o sim para dar vazão à torrente de baboseiras que não consigo canalizar no meu trabalho.

Sei utilizar bem números, nem que seja para aldrabar nas contas ao almoço, mas sempre fui um gajo de letras. A verdade é que inventar é prato do dia e tentar perceber o que vai na cabeça das pessoas para depois as espremer até ao tutano também faz parte do acordo.

Para mais detalhes, aceito que me paguem almoços, mas eu escolho o local. Sei bem que a malta que frequenta este estaminé não é confiança. Começando por mim.


De la Soul - Me, Myself and I

5 comentários:

  1. Sabes que o título do teu post é igual às legendas das fotos das babes do hi5, não sabes?

    E já que o lema era, ai "cada um é como é, e eu sou como vocês quiserem", diz lá que és publicitário, que tens uma agência, e estás mm a precisar de uma pessoa, para eu te enviar o meu CV...

    ResponderEliminar
  2. Eu próprio, não fosse a barba e um ligeira camada capilar em excesso seria uma babe do hi5.

    Quanto à segunda parte da premissa, vocês quiseram que eu fosse um publicitário economista pelo que posso fazer o balanço seguinte:

    Se eu tivesse qualquer poder de decisão directivo, não teria tempo para ter um blog, já que entre outras funções teria que andar a fiscalizar madraços que combinam campanhas assombrosas com actividades paralelas ao sector como, por exemplo, responder a comentários ;)

    ResponderEliminar
  3. Marmota de Rabo na Boca! Pago eu, escolhes tu o estaminé! Apesar da falta de solidariedade masculina...

    ResponderEliminar
  4. Quem sabe um dia não tenhas a honra de venerar Rossini recebendo um honroso convite...o estaminé vai variando, mas é sempre caloroso, e a comida sempre em tom Gourmet...quem sabe...

    ResponderEliminar
  5. Eu sugiro marmotas para vocês e eu como outra coisa (as marmotas são feias e não dão vontade de comer). O Mak escolhe o estaminé.

    ResponderEliminar

Se vais dizer alguma coisa, escreve, não fiques para aí a olhar.