18.8.08

É favor não preencher o vazio


Sou uma pessoa que gosta de combater as suas fobias. Posso dizer até que comecei por vencer o terror de escrever vulgaridades de embarda criando este blog. Creio que me tenho saído bem, Desta forma, sendo eu também Algarvofóbico, haveria melhor maneira de ultrapassar isso, do que passar lá um fim de semana grande em Agosto?

A verdade é que me diverti à grande. E nem é preciso incluir os 4 milhões de amigos que fiz em pouco mais de dois dias de praia, enquanto nos divertíamos a tentar descobrir de que cor era a areia, por entre aquela manta gigante de toalhas coloridas. Ou falar das grandes virtudes do bikini brasileiro, que nos faz ir às lágrimas, quer o 86-60-86 corresponda às medidas ou à faixa etária das utilizadoras. Ou referir até a forma como os espanhois são uns porreiros e a menos de 10 kms de distância põem a gasolina 30 cêntimos mais barata só para terem o prazer de nos dizer um hola.

Em suma, tudo correu às mil maravilhas, sem sequer ter sido preciso falar inglês. É o que dá ir em boa companhia e, neste caso, creio poder falar por todos os que tiveram a sorte de me ter por perto. Mas atenção, tal não invalida que este destino de Verão continue num honroso 203º lugar nas minhas preferências, mesmo entre o Darfour e a Ossétia do Sul.

Mas, o melhor de tudo está no regresso a Lisboa. Verificar que a cidade está assim para o vazia traduz-se numa alegria que quase me faz esquecer que já não tenho férias. Acho que é este vazio em Agosto que torna a existência do Algarve mais compreensível. Ele existe para que pessoas como eu possam apreciar Lisboa sem a sua segunda pior praga a seguir aos pombos – os seus habitantes. E isso, meus caros, vale ouro.

Ecoando nas ruas – The Streets, The Escapist

5 comentários:

  1. Os Lisboetas vão todos para o Algarve para não se perderem uns dos outros. Lá sentem-se como em casa: têm as filas para tudo e as praias assemelham-se a um shoping num domingo de tarde.

    Melhor, melhor é não apanhares transito nenhum, não é? :)

    Kiss, kiss

    ResponderEliminar
  2. Estou a divertir-me tanto em Lisboa que não imaginas.

    ResponderEliminar
  3. Não fales em ouro que me lembras dos portugueses nos jogos olímpicos!!

    ResponderEliminar
  4. Trabalhar em Agosto é do melhor. A saloiada tá toda na praia e a 2ª Circular vazia.

    ResponderEliminar
  5. Adorei o termo "Algarvofóbico". Vai passar a fazer parte do meu vocabulário. :-D

    ResponderEliminar

Se vais dizer alguma coisa, escreve, não fiques para aí a olhar.