3.4.08

Bocas do Inferno

Dizem-me que coisas estranhas andam a acontecer pela calada da noite nas matas de Sintra. Contam-me que grupos de vegetarianos e, imagine-se, adeptos da macrobiótica se juntam para derramar gotas de limão sobre tofu, dizimar ninhadas de rebentos de soja e sacrificar Bambus inocentes, tudo ao som de música étnica que não lembraria ao próprio demo.

É triste e eu não queria, mas face a estes relatos, vejo-me finalmente obrigado a acreditar em rituais seitanicos.


Tocando na alma - Soul 2 Soul, Back to life

4 comentários:

  1. A ideia não era má, mas foi um build up muito grande, para acabar assim...;)

    ResponderEliminar
  2. Tive de alterar umas coisas. Apontaram-me uma beringela à garganta.

    ResponderEliminar
  3. E eu participo neles, vê tu bem...

    ResponderEliminar
  4. Já era tempeh de se fazerem eventos deste tipo...

    ResponderEliminar

Se vais dizer alguma coisa, escreve, não fiques para aí a olhar.