16.3.08

Uma mini maratona mais tarde...

Solto o queniano que havia em mim (e que terminou com um tempo substancialmente melhor que o meu), eis uma primeira verdade absoluta a retirar da edição deste ano da Meia Maratona de Lisboa:

Tal como a água e o azeite não se misturam, o mesmo se devia aplicar aos gordos e à lycra.

É arrepiante ver o resultado da fusão entre o entusiasmo pelo desporto, a falta de prática regular do mesmo e um calçãozinho apertado que ameaça explodir a qualquer momento, tal é a deslocação de massas existente.

Dado o elevadíssimo número de visões dantescas, cheguei a pensar que a prova terminava no 6º Círculo do Inferno e não nos Jerónimos. Restou-me fechar os olhos e correr guiado pelo odor a suor, coisa que só costumo de fazer de manhã, quando a caminho dos transportes.


Mais uma corrida, mais uma viagem - Run DMC - It's like that

9 comentários:

  1. Não sejas mauzinho. Há lá visão melhor do que um gorducho vestido de lycra? Ficam fofinhos. :-D

    ResponderEliminar
  2. Eu ando há 15 anos a dizer que a vou correr, mas ainda não calhou...:) A ver se para o ano me convences...;)

    ResponderEliminar
  3. Eu já corri a mini-maratona e consegui chegar ao fim! Tirando os primeiros minutos que perdi na ponte a tirar fotografias, o resto foi sempre a andar, ou melhor, a correr. E serviu-me de lição...
    Primeiro, tentar correr onde todos andam a passear é lixado. Segundo, jogging é das piores coisas que se pode oferecer a umas pernas. A tshirt, o porta-chaves, a medalha e o Isostar não compensaram uma semana meio coxa.
    Mas pelo menos tentas "correr" com o Sócrates!

    ResponderEliminar
  4. Como sempre, o Sócrates comeu o pó que deixei para trás. Mais de 25 minutos de atraso teve esse menino em relação a Mak Gebrassilassie

    ResponderEliminar
  5. Podias ter atropelado o Sócrates acidentalmente.

    ResponderEliminar
  6. A TV não fez jus aos teus cabelos ao vento com a t-shirt preta desbotada... Para a próxima esquece o visual dread e opta por um azul turquesa mais arrojado e mais "edpiano"

    ResponderEliminar
  7. O Sócrates segue com o seu plano, qual génio do mal, de nos tranformar a todos em quenianos.

    A mim não me engana. Tempo tão bom como o meu este sábado só do resto dos passageiros do Fertagus...

    ResponderEliminar
  8. E pensar que o "Chumbo Quente" começou com uma edição anterior da Meia Maratona de Lisboa.

    Cá para mim queixas-te mas gostas, acabas sempre por voltar nem que seja para dizer como foi!

    O Barcelos manda 1 abraço!

    ResponderEliminar
  9. Sabes mitch, é um bocado como aqueles gajos que apanham uma bebedeira, juram para nunca mais e passado algum tempo voltam a ver a luz através do fundo de uma garrafa... é um mal recorrente.

    Abraço para Viriato e Barcelos.

    ResponderEliminar

Se vais dizer alguma coisa, escreve, não fiques para aí a olhar.