7.1.08

Quando a falta de roupa é muita, o pobre cinéfilo desconfia.


Não vi o Padre Amaro e tenho sérias dúvidas que vá ver o Call Girl, o que não me impede dizer que a Soraia Chaves tem um alto potencial sexual, vulgo é boa.
Agora, uma coisa é certa, uma coisa é uma actriz com um bom corpo outra é um bom corpo a fingir de actriz.
Sim, a mocita é nova, com 25 aninhos ainda pode progredir em termos de interpretação, mas tenho alguma dificuldade em sorrir quando me tentam atirar areia para os olhos até porque a areia fica colada nos dentes.
Entrevistas com declarações do género “Quero que as pessoas vejam para além do óbvio nos meus filmes” são um pouco vãs, até porque temos essencialmente visto muito do óbvio e pouco ou nada do resto. Também nos diz Soraia “Gosto de interpretar o papel de femme fatale”. No caso dela é fatale como o destino, já que dois filmes seguidos da mesma estirpe, com muito corpo ao manifesto adivinham um caminho pelo percurso mais fácil.
Por isso minha cara, quando fizer um filme a fazer de freira, de jovem com perturbações mentais ou até de Mancha Negra em filme da Disney eu sou gajo para engolir aquilo que disse. Enquanto for para ir ver monumentos, prefiro ir até à Praça da Figueira, sempre dá para ir dando uns pontapés nos pombos.

Nu Sound – Rod Stewart – If you want my body

15 comentários:

  1. Pagar para ver o que há por aí ao pontapé na internet?

    É como o Homer J. Simpson disse:

    "Para que é que estás a pagar o que vês de borla na tv?". Neste caso, net.

    ResponderEliminar
  2. Ora nem mais. A moça quer dar uma de actriz e tal, mas sempre nua é difícil.

    (Quando é que tiras a Word verification?)

    ResponderEliminar
  3. No meio disto tudo de quem se devia falar era do Nicolau Breyner que depois de ter andado a ser espezinhado pela moça do Corrupção (no trailler aquilo deviam ser massagens tailandesas), agora calha-lhe a Soraia "senhor-padre-precisa-de-alguma-coisa" na rifa. Ah, garanhão!

    ResponderEliminar
  4. Também não vi nenhum dos dois.
    Pelo que me disseram, o trailer não reflecte o filme. Parece que até há qualquer coisa interessante para lá das carnes da menina.

    ResponderEliminar
  5. Excelente título, o deste post!! Diz tudo...

    ResponderEliminar
  6. @ Fausto - Sem dúvida que a net fará com que haja mais gente a ver a Sorais com menos custos e possivelmente com tanta roupa como ela, mas não deixam de ser dos filmes portugueses mais vistos no cinema.

    @ kitty - Lá está, tal como disseram um dia à Demi Moore, em dada fase da sua carreira, " Consideraria, por muito dinheiro, NAO tirar a roupa no seu próximo filme". Vamos ver isto do word, mas não prometo nada...

    @ >30 - o Nico é que a sabe toda, filme onde haja moça tenrinha de corpinho ao léu ele está lá para servir de aconchego. De qualquer das formas, não é ele que depois tem de ir ao psicólogo, por isso...

    @ Piston - Até acredito que isso seja possível, mas os trailers, especialmente o do Call Girl são glorificações carnais e pouco mais.

    @ macaca - Isto é mesmo uma questão de títulos. Porque depois vamos a ler o resto e é uma bosta pegada ;)

    ResponderEliminar
  7. Eu já nem falo na falta de roupa pois é pior a falta de realidade. Li no outro dia na Sábado que, de acordo com testemunhos reais de "call girls" verdadeiras, a conduta da Soraia não tem nada a ver com este submundo...Se é para fazerem ficção, façam desenhos animados...

    ResponderEliminar
  8. Quando já n tiver 25 mas 65 ninguém se vai lembrar da soraia... por isso e aproveitar a fama enquanto pode

    ResponderEliminar
  9. Mak, é a velha ideia de que o filme português só vende se tiver sexo, porrada, e asneirada.

    O filme "Alice" foi um dos poucos que, sem nada disso, conseguiu bons resultados.

    ResponderEliminar
  10. Mak, eu confesso que o resto li na diagonal... Sempre é melhor do que fazer filmes na horizontal!!

    ResponderEliminar
  11. O número assustador de comentários que esta mensagem suscitou é semelhante (proporcionalmente) ao número de pessoas que vão ver o filme e de malta que vem parar a este blog só por "googlar" a Soraia que só pelo facto de não ser loura, não quer dizer que seja inteligente. Mas esperto, esperto mesmo foi o realizador!

    ResponderEliminar
  12. Não é o realizador que edita o trailer...

    ResponderEliminar
  13. @ sff - Que não é real já nós sabíamos. Toda a gente sabe que não há call girls que falem português e as que o fazem não se intitulam assim...

    @ sa - se n for burra, não precisa que falem nela, já se orientou há mt tempo...

    @ piston - Sim, de facto essa é a fórmula "convencional" do filme português, com a diferença que raramente têm dinheiro para fazer um filme de acção que seja convincente. Daí a opção pela febra na brasa ser mais segura.
    A par do Alice, embora noutro registo, diria que o Coisa Ruim também não é mt mau.
    Qt aos trailers, sim são as distribuidoras que têm uma última palavra, especialmente se o realizador não for muito intransigente...

    @ macaca - assim se chega ao equilíbrio ;)

    @ cuga - Segue-se um post sobre a Isabel Figueira, outro sobre a Merche Romero e um Cristiano Ronaldo para apelar às multidões...

    ResponderEliminar
  14. E coitada da rapariga...:) Pelo menos esforça-se e já não é mau. E não há-de ser só por aparecer nua, pq muitas apareceriam de boa vontade e não têm a projecção que ela acaba por ter.

    O filme em si, é mais ou menos, o Nicolau está muito bem, há algumas incongruências e algumas portuguesices (entre as quais o facto de em cada 3 palavras ditas 1 ser um palavrão), mas vê-se...:)

    ResponderEliminar
  15. com tanto monumento giro em lisboa escolher a praça da figueira, ou o menino veio da ásia, ou tem mau gosto ou é gay. eu gosto da ideia de uma femme fatale na cultura portuguesa mesmo qua não represente lá muito bem. essa pelo menos tem algo para mostrar, agora façamos uma avaliação a teresa guilherme, e a menos que ela participe num daqueles dramas que só podem mesmo ser comédias, quem é que disse àquela mulher que ela podia ser muito mais que uma fofoqueira apresentadora de talk shows da manhã, das cinco da tarde ou reality shows das noites de domingo, onde só mesmo o tremor nas mãos que antecede segunda feira nos impede de mudar a televisão de canal.
    SORAIA CHAVES, mostra filha, que tens para mostar e não "oiças" o que este gajo "diz".

    ResponderEliminar

Se vais dizer alguma coisa, escreve, não fiques para aí a olhar.