27.11.07

Quem não come por ter comido, não é doença de perigo

Pelo que li e ouvi esta manhã, certamente este senhor ucraniano terá levado o supracitado provérbio demasiado à letra. Depois de anos a comer com o sogro, terá aproveitado os ares de Sintra para abater o “com” da frase, pouco depois de ter abatido o próprio do sogro.
Se por um lado, terras como Almoçageme, jornais como o Correio da Manhã e blogs idiotas como o meu podem ganhar realce com tão rocambolesco episódio, Portugal não precisava de mais um personagem neste registo.
Já basta sermos comidos pelo Governo, pelas Finanças, pelos patrões, por boa parte dos taxistas do aeroporto e, no caso dos alunos da Casa Pia, por tudo quanto seja funcionário com problemas de fundo. Mas não, agora ainda nos arriscamos a ser literalmente sorvidos até ao tutano por emigrantes de apetite voraz.
Parece que, assim sendo, a par do clima temperado os portugueses estão a passar de ser um bom garfo, para passarem a ser um bom prato. Pelo sim, pelo não, vou começar a tomar banho em bílis, só pela prevenção.

Estranhamente no ar - !!! – All my heroes are weirdos

4 comentários:

  1. Ao que parece o Sr em questão já está preso, por ter morto uma mulher de 60 anos e é suspeito de mais um crime. Resta saber se o sogro foi o primeiro prato que lhe fez ganhar o gosto ou se foi a sobremesa. Quanto a Almoçageme já era famosa pois é lá que vive o Vale e Azevedo, só conseguiu a intercionalização. Até podia ganhar um título: património sub-urbano dos crimes violentos e de corrupção.

    ResponderEliminar
  2. o que eu acho, é que comer por comer, o melhor é cozinhar o dito sogro com os melhores ingredientes e fazer um prato dentro do estilo da "nouvelle cousisine" sem abandonar a tradição portuguesa. por isso eu recomendo o "sogro de vinha de alhos em cama de alheira"
    ingredientes:
    um sogro fresco, cortado em pedaços pequenos;
    vinho tinto, preferencialmente da zona do Douro;
    três cabeças de aho;
    pimentão, q.b.
    três alheiras de mirandela;
    um molho de grelos;batatas pequenas.
    faça uma pasta com o pimentão e os alhos descascados e picados, esfregue bem nos pedaços de sogro e tempere com sal, pimenta branca e cubra com o vinho. Deixe ficar na marinada durante, pelo menos 24h; num tacho com azeite, aloure a carne dos dois lados, após o qual deve juntar o resto da marinada; retifique temperos e deixe cozinhar até o sogro estar bem tenro; num tacho à parte, frite as alheiras e retire a pele; com a ajuda de um recipiente, faça pequenos montinhos no centro do prato e por cima coloque alguns pedaços de sogro; por fim regue com azeite de boa qualidade e acompanhe com os grelos salteados e batatas pequenas cozidas ao vapor... bom apetite!!

    ResponderEliminar
  3. e sermos comidos pelos "meninos da casa pia" é realmente grave. eu acho qu o canibal podia ser mandado ali para os lados da ass. república . fazia um grande serviço à nação.

    ResponderEliminar
  4. os "bifes" não nos resistem. somos deliciosos o que é que se há-de fazer.

    ResponderEliminar

Se vais dizer alguma coisa, escreve, não fiques para aí a olhar.