27.7.07

Esta semana mandava para o fundo do mar:

Não sou uma pessoa de ódios. Para começar, nem sequer sou uma pessoa, mas pronto não é por aí. No entanto, tenho um estômago sensível e há muita coisa que me dá a volta ao mesmo. Não me fiando muito em medicamentos, este blog funciona então como terapia e purgante, por isso mesmo, até que a minha saúde melhore, reservarei as 6as feiras para invectivar tudo o que perturba o equilíbrio.

Esta semana, mandava para o fundo do mar assim bem selado num contentor:

- Gajas com voz de cama: Nada tenho contra mulheres com voz sedutora, antes pelo contrário. Mas, quando levado ao exagero publicitário de ter uma gaja cujo tom de voz quer dizer “Si, si, muy caliente” e uma mensagem que quer vender crédito, frigoríficos, ar condicionado, atum em lata ou moto-cultivadoras confesso que me sinto usado.
- Mika – Esse ia bem amarradinho e amordaçado para não fazer estragos. Irrita-me o personagem e as suas cantilenas. No meu livro o que havia de bom para ser feito e chamar-se Mika já foi inventado. Chama-se Mikado, não faz barulho e entretém, coisa que o outro estróina não faz.
- Pequenos saguins guinchadores – Não se fala aqui de qualquer espécie esquecida do Bornéu. Refiro-me a crianças que temperam as manhãs de quem viaja em transportes públicos com guinchos capazes de fazer inveja a qualquer gajo do tuning com 200mil milhoes de megawatts no carro. E, visto que não se tratam de bebés, mas crianças já com tamanho para levarem uns correctivos, as mãezinhas seguiam-nos na viagem até ao fundo do mar, já que ficam apenas a olhar embevecidas enquanto as crianças furam os tímpanos a cidadãos respeitáveis como eu.
- Especialistas – Cada vez existem mais especialistas sobre toda e qualquer coisa. Desde gajos que vão à televisão especializados no consumo de repolhos, a especialistas sobre o trânsito de trenós nas cidades, a especialistas clínicos sobre unhas prensadas em portas, a especialistas em exercício feito com olhos vendados, a especialistas em matérias espirituais e futebol israelista até a especialistas em dietas com línguas de gato e enfeites decorativos feitos com caspa. A todos eles fica o meu apelo: Vão se mas é todos especializar para o âmago da vossa progenitora.
- A terminar, não porque a lista seja assim tão restrita, mas porque escrever sobre isto já me está a afectar o fígado: Peditórios de beneficiência e pedintes diversos.
São já de todas as maneiras e feitios: artistas e mutilados, corteses e mal-educados, barulhentos e silenciosos, asseados e mal cheirosos, arrumadores de carros e ex-consumidores de charros, escuteiros e defensores dos pinheiros, protectores de criancinhas e abusados enquanto criancinhas, associações de gente “especial” e simplesmente anormais. Bottom line, fosse eu a dar a um quinto da gente que me pede e ao fim do dia era eu a mostrar os meus dotes pelas ruas de Lisboa em troca de umas moedinhas.

Depois disto, desejo-vos um fim de semana cheio de paz, amizade, amor entre os homens (não no sentido abichanado da coisa, a não ser que vos dê gozo) e tudo de bom. Eu pelo menos já me sinto melhor.

Butthole Surfers - Pepper

10 comentários:

  1. eu mandava para o fundo do mar gajos q palitam os dentes e dão estalidos com a língua nos dentes (em ritual supostamente higiénico) no meio dos restaurantes onde eu me encontro a tentar me alimentar.
    Assim como gente que não sabe falar baixo. Assim como gente que acha muito giro estar em longas conversas de pura coscuvelhice com um bluetooth (será q não vêm a figura triste q fazem a falar sozinhos???)
    Que o teu fim de semana seja passado calma e agradavelmente e longe de gajas com voz de cama, do Mika, de saguins guinchadores e respectivas mãezinhas, de especialistas e de pedintes.

    ResponderEliminar
  2. Que tal juntar os velhinhos que apreciam ir a 60 na faixa do meio das autoestradas e as pessoas que depois de consultarem o seu saldo no multibanco ficam inertes a olhar para o talão?

    ResponderEliminar
  3. Por favor Mak p�ra! Est�s a destruir o meu Mundo! Manda-os a todos para a esta�o espacial mais long�nqua e deixa o fundo do mar em paz.

    ASS: Pequena Sereia

    ResponderEliminar
  4. Este post bem espremido, dava um blog...;)

    ResponderEliminar
  5. @ luisa - é alugares um contentor e fazeres como eu, há espaço para todos.

    @ inutil - também os tenho na lista, mas esta semana não foram suficientes os seus esforços para chegarem ao top

    @ Pequena sereia - Não me deixes a cabeça em água com perspectivas ecologistas

    ResponderEliminar
  6. Muito bom.
    Para quando o livro?
    Já leste "Os chouriços são todos para assar" ou "Mizé" de Ricardo Adolfo. Vais fazer tão bom senão melhor.
    Bom fim de semana na praia rodeado de gente que devia ter ido no contentor :)
    BJ S

    ResponderEliminar
  7. Eu mandava aqueles porcos "javardos" que puxam os escarros e cospem para o chão mesmo que estejam dentro de um centro comercial.

    Condutores que têm a mania de conduzir na faixa do meio e na faixa da esquerda quando o código diz para conduzir sempre mais á direita.

    Mandava o meu ex-namorado que não anda bom da carola.

    Aaaahh!!! E mandava a Marisa Cruz também porque nunca diz os números da minha chave do Euro-milhões!

    Pronto... tá dito!

    ResponderEliminar
  8. E a Maya?
    Também não era bem afogadinha?

    ResponderEliminar
  9. Estou a ver que não falta gente para fazer um condomínio privado no fundo do mar. Alguém se chega à frente para começar a orientar contentores?

    ResponderEliminar
  10. Apesar de achar que muita gente merecia um duplex nesse condomínio, desta vez mandava umas coisas muito singelas e que me dão cabo da cabeça, agora que chegou o Verão: as melgas. Que filhas da pu*a! É muito frustrante estar numa sala com mais pessoas e só a mim é que elas atacam. Durmo intoxicada com os anti-melgas e mesmo assim passo a noite a ouvir zzzz zzz zzz e acoçarm-me. Não aguento mais!

    ResponderEliminar

Se vais dizer alguma coisa, escreve, não fiques para aí a olhar.