10.4.07

Cabeça na lua

Quando era mais pequeno tinha um grande amigo que era franzino e toda a gente gozava com ele por isso. Não o via há anos, mas encontrei-o há dias.
Agora tem cabedal, mas diz que lhe saiu da pele, tudo isto para ser porteiro numa discoteca. Disse-me que era o seu sonho, porque cedo percebeu que gostava de se deitar tarde.
Pensei que estava a entrar comigo, mas afinal era verdade, entrei sozinho e ele ficou à porta.
Realmente, há pessoas que mudam do dia para a noite.

4 comentários:

  1. Literalmente neste caso.

    ResponderEliminar
  2. Ao menos deixou de ser franzino e já te pode dar um excerto de porrada :p

    ResponderEliminar
  3. há outras explicações para ter ficado à porta. se calhar cabedal não era admitido naquela discoteca devido ao sérios códigos de heterosexualidade da mesma. O teu amigo ficou envergonhado por não o deixarem entrar e espetou-te com a peta do porteiro. a meu ver uma peta muito franzina, ao estilo do seu passado.

    ResponderEliminar

Se vais dizer alguma coisa, escreve, não fiques para aí a olhar.