7.2.07

O Tamagotchi ganhou


Antes de mais, este não é um post de previsões políticas sobre o Marques Mendes. Feito o esclarecimento, em vez de avançarmos vamos recuar no tempo, para aí dez, onze anos. Foi por essa altura que foi inventado o tamagotchi e que o uso do telemóvel começou a ser mais generalizado por estas bandas. Terá este jovem bebido logo pela manhã perguntarão vocês? Umas sopinhas de vinho para abrir a pestana nunca fizeram mal a ninguém, respondo eu.
É que, inicialmente, os telemóveis eram uns trambolhos. Lembro-me que, numa altura em que eu jovem revolucionário dizia “Serei sempre livre, nunca terei telemóvel”, o primeiro amigo da faculdade que tinha um parecia que andava com um sapato no bolso, tal era o tamanho do aparelho. O tamagotchi, esse sempre foi pequenino, mas para além de ser um gadget que tinha tanto de estúpido, como de curioso (ao ponto de em Inglaterra ter havido um gajo que atropelou não sei quantos, por que se lembrou de alimentar o seu bichinho enquanto conduzia) teve vida curta no dia a dia lusitano, pelo menos é o que a maioria pensa.
A minha teoria é outra e envolve magia negra, espiritismo e candomblé (mas não a Linda Reis). Penso que o Tamagotchi português, prevendo a sua curta vida em Portugal, projectou o seu espírito e uma maldição no nosso país, por via dos telemóveis, que estavam a expandir-se enquanto ele morria.
Só assim se explica que eu hoje tenha um telemóvel minimamente modernaço (sim, vendi os meus princípios revolucionários), que o telemóvel seja agora essencial à vida de muita gente que não passa sem ele, passando de objecto utilitário para artigo de moda há já muitos e bons anos.
Há quem não tenha dois dedos de testa, mas tenha dois telemóveis que lhe custaram os olhos da cara (e um crédito sobre outras partes do corpo), há quem mude de telemóvel mais rápido do que compra roupa para os filhos e há também quem passe mais tempo ao telemóvel do que a fazer a actividade que dá origem aos filhos. O telemóvel é hoje o tamagotchi de crianças e adultos e, o facto de cada vez se usarem mais SMS’s, MMS’s, GPS’s e outras coisas acabadas em ‘s só reforça a ideia que o bichinho já manda mais em nós do que nós nele.
Que é útil não nego, que é sobrevalorizado, criador de dependências e absorvedor excessivo de atenção e de dinheiro, também não. E parece-me a mim que a tendência será para piorar, com o espírito do Tamagotchi de outrora a rir-se todo contente enquanto carrega em mais um botão para ver o que o seu tugotchi vai fazer a seguir.
Por muito que gostasse de continuar esta dissertação, tenho de ir fazer pela vida, já não mando uma sms vai para 10 minutos e os suores frios já estão a começar. Qualquer coisa, liguem-me.

5 comentários:

  1. O princípio do post prometia...

    (Eu não ligo a telemóveis. Só tenho 4, nenhum deles carote...)

    ___________________

    Bom, a noite vai alta, como as outras, mas fizeste bem em apareceres por lá para me lembrares do quanto eu andava a perder por aqui. Até quase consegui rir.

    Keep going
    Hugs & Kisses

    ResponderEliminar
  2. Oh Mak eu queria comentar... mas fiquei tao intimidada com o facto de comentar um blog que ja ganhou o 2º lugar no concurso de blogs da Churrasqueira "Frango Sinatra" que quase que larguei uma ou duas pinguitas... :D

    Agora a brincar! Nunca gostei de tamagotchis, e tambem nao acho muita piada aos telemóveis. Especialmente não acho piada nenhuma às pessoas que gostam de experimentar os toques dos tlms nos restaurantes, cinemas e outros locais publicos onde é suposto convivermos.

    Mas assim como assim eu também não gosto muito de pessoas no geral.

    Pronto.

    ResponderEliminar
  3. As crianças continuam a adorar os tamagochis! Alguns dos meus aluno têm. Mas graças a mim, alguns deles já morreram de fome! :-D

    Sobre os telemóveis que hei-de dizer? Olha adoro-os. Acho que foi a melhor invenção depois da roda! :-D E sou completamente dependente deles.

    Beijocas

    ResponderEliminar
  4. Eu adorava o meu Tama pena que caiu na água e deixou de funcionar mas eu gostava muito dele sim e tratava-o bem com certeza.
    (é uma frustração preencher o word verfication e enganar-me sempre na primeira vez)

    ResponderEliminar
  5. Eu, apesar de ter telemóvel, ainda tenho um Tamagotchi, aos 20 anos.
    :P

    ResponderEliminar

Se vais dizer alguma coisa, escreve, não fiques para aí a olhar.