27.11.06

Notas pós almoço

Sol – Não tem feito muito de facto. Mas, antes que se levantem vozes a dizer “Ah, a chuva faz muita falta” quero desde já dizer que não tenho nada contra ela. Simplesmente, o que me tem feito confusão é que apesar de estarmos quase em Dezembro as temperaturas ainda continuam a rondar os 20 graus.
Por isso, vestir roupa de Inverno só se tivermos com saudades de uma boa sauna, vestir roupa de Verão só se quisermos sair à rua para aquelas cenas à filme romântico em que alguém corre pelas ruas encharcado até aos ossos em tshirt em busca da sua amada ou, numa versão mais prática, de um autocarro. A complicar o esquema, só a malta que controla os ares condicionados nos locais de trabalho, locais público tipo centro comercial, que na minha modesta opinião não conhece a palavra intermédio. Para eles o maniqueísmo é que está a dar: ou estamos em Oslo ou em Mombassa, não há cá temperaturas médias.

Si – És oficialmente adulto, pronto maturo, admitamos velho, a partir do momento em que as pessoas usam mais o si do que o ti ao te abordarem. Não me refiro aquelas regras básicas da boa educação, mas ao facto do “Podes dizer-me as horas se faz favor” passar a um “Pode dizer-me as horas se faz favor” numa abordagem instintiva de alguém que não vos conheça. Tudo bem que o ambiente profissional e familiar pode condicionar as coisas, havendo gente que trata os filhos de três anos por você, mas o facto é que quando chegas à idade da 3ª pessoa do singular, passaste uma barreira na tua vida. Pode ser vantajoso se é para ir ao banco tratar de assuntos, mas desastroso se a miúda que andas a tentar impressionar te trata por senhor e não na vertente kinky, mas sim no trato formal. Eu cá, resolvo sempre as coisas com cabeça, quem lida comigo usando a 3ª pessoa do singular de forma abusiva é logo uma cabeçada para ver quem é adulto. Mai nada...

5 comentários:

  1. São 14 horas e 1 minuto.





    (Quê??!?! não me perguntaste as horas?)

    ResponderEliminar
  2. Falta o LA (Dó Ré Mi Fá Sol Lá Si Dó)
    E agora? Por onde será que ele anda? Não o vi cá, por isso deve estar mais para lá (ehehehehe)

    beijos

    ResponderEliminar
  3. Isto não era para rimar para podermos cantar qual Música no Coração a descer a montanha.

    Eu tentei mas mesmo com os treinos de suster a respiração enquanto falo, não passei da segunda linha em cada um dos suposto versos em canto. Que tal uma revisãozita?

    ResponderEliminar
  4. No outro dia no metro uma miúda de 4 anos e meio (e nao cinco ou quatro anos) estava pedrada a olhar para mim.... quando a mae dela diz tentando um sussurro: Nao olhes assim para a senhora.

    SENHORA?!

    ResponderEliminar
  5. Ui... Isso da terceira pessoa do singular arruma com qualquer complexo de Peter Pan (mais ou menos latente)... Remédio santo.

    ResponderEliminar

Se vais dizer alguma coisa, escreve, não fiques para aí a olhar.