22.9.06

Laranjas com Snooker

O texto abaixo foi escrito pela primeira vez pelo António Maria do O Que É 1 Blog, em Outubro de 2004. O António Maria, recorde-se, foi durante muito tempo o terceiro elemento do nosso blog, embora ninguém tenha dado por isso. Fiquem então com Laranjas com Snooker, a vossa novela de Verão, de Inverno e de Verão outra vez. Podem ler o post original aqui.

Hoje em Laranjas Com Snooker...

Roberto, galã do liceu, toma um voto de castidade e fica mal disposto, e com a mesma rapidez toma um Kompensan. Racha, de nome verdadeiro Raquel, vai tomar café com Nini, mas não consegue escolher entre a camisola mais larga e o top que mostra as maminhas. Teco anda de mota à volta do liceu e ninguém o consegue apanhar. Manuela, a coordenadora da escola, não consegue esconder que ainda fuma uns charros de vez em quando e os alunos começam a estranhar a sua postura excessivamente relaxada nas aulas. Vaqui descobre que está grávida de Chunga e pondera o aborto; Chunga fica preocupado, depois de na semana passada ter acontecido o mesmo com Susana Suzete e Sofia Alexandra. Evaldo, o professor de Educação Física vindo de Minas Gerais, vê o ensino dificultado pelas cada vez maiores protuberâncias nos seios. A pequena Floriana convence Adérito a brincar com as Barbies depois da festa dos dez anos de aniversário deste e ambos descobrem que estão atraídos um pelo outro. Ricky faz surf com Gulas na praia do Estoril e apercebem-se que se calhar foi uma má ideia quando voltam para casa sem ter apanhado ondas e com bastantes excreções não identificadas dentro dos fatos. Joana Pescadinha pede um galão para o pequeno-almoço na cantina do liceu e inicia-se um debate sobre problemas de peso, chegando mesmo a perder controlo da gravidade em certos momentos durante a aula de Biologia. Paulo Futre aparece como convidado especial em calções de banho e joga uma partida de golfe com João Rodízio, mas o negócio não se concretiza quando Futre é acusado de fazer batota por jogar com uma perna de pau. Uma segunda participação especial ocorre quando Nuno Gomes surge como flâmine no baile de Dia das Bruxas do liceu e ninguém repara que ele está mascarado. Uendi entra em depressão mesmo depois de todos os beijos no pescoço de Aldo. A casa Sotto entra em rebuliço quando os criados iniciam um motim causado por ideais leninianos, incitado por Hugo, uma semana depois do ex-delfim se ter alistado na JCP. Gui apaixona-se por uma mulher e procura conforto nos braços de Pepe. Pipoca faz a barba. Jessica Madalena embarca finalmente numa carreira musical, mas depressa volta ao liceu depois de dar um concerto e ser assobiada. Roberto quer ficar mais magro e manter a sua figura esbelta e inicia uma dieta de febras, mas quando começa a ver a vida a andar para trás Teca-Trecas lembra-o que o que ela disse foi «fibras». Zé Tó Pedro continua a sua vida de rufião e falta consecutivamente aos ensaios dos Motoqueiros e Pureza encontra-o no quarto cheio de farinha na cara. Leónidas corta as unhas dos pés na varanda e os vizinhos não conseguem dormir. Susana Suzete e Sofia Alexandra acham-se terrivelmente atraentes e tocam os seios uma da outra por breves momentos até que o telemóvel toca e ambas coram. Rodolfolando escapa-se às acusações de pedofilia inscrevendo-se num seminário. Racha tira fotografias picantes para uma revista marota e João Rodízio ganha um tique no olho. Helena pede o divórcio a João Rodízio porque o novo tique lhe faz imensa confusão. Evaldo deixa de mostrar aos alunos como se faz a ponte. Duarte, o director da escola, rapa o cabelo, abre uma loja de tatuagens e piercings ao lado do liceu e entra em conflito com o Ministério. Cagalhota fica ofendida com os recuos de Roberto, depois do esforço em todas as insinuações de chupanço. Os pequenos Adérito e Floriana começam estranhamente a passar demasiado tempo na casa-de-banho. De volta à quinta, Eduardo tem pensamentos saudosos de Helena, atolando-se em papas de aveia - o tuning já não lhe diz nada, estava farto da falta de sentido de humor. Pipo esvazia-se e fica tudo húmido. Teco continua a andar de mota à volta do liceu. Chunga sente o boné a andar à volta ao ver Joana Pescadinha levar sapatos de salto alto para o liceu, o que leva a um novo debate sobre aquilo que se deve usar vestido para a escola, com os alunos a tomar a posição mais conservadora, opondo-se a Duarte. Gui conversa com o irmão mais novo no qual Roberto lhe responde que «não tem tempo para essas maricagens porque ainda tem saudades da Racha». Por sua vez, Racha decide-se pelo top revelador e estranha a maionese nos calções de Nini, quando este ainda nem tinha pedido nada sequer.

1 comentário:

  1. sendo bom sem ser vilão, só sou mau sendo bom.

    ResponderEliminar

Se vais dizer alguma coisa, escreve, não fiques para aí a olhar.