16.6.06

Sondagem da Tanga

Segundo um complexo estudo efectuado pelo gabinete de sondagens e estudos de mercado Pinóquio, subordinado ao tema “Homens, mulheres e mentiras – não há duas sem três”, as conclusões são altamente fundamentadas e válidas como poderão comprovar.

- Pelos vistos é impossível determinar se são os homens ou as mulheres que mentem mais. A tendência é para o equilíbrio (a mentira é unisexo portanto)

- Os homens são claramente mais burros (como membro da classe prefiro o termo inocentes) pois apesar de mentirem tanto como as mulheres são apanhados a mentir mais vezes, por motivos mais estúpidos (a chamada mentira esfarrapada), mostrando que a prática nem sempre contribui para a melhoria da performance.

- As mulheres são, por norma, mais calculistas a mentir, ou seja, sabem exactamente porque mentem e o que pretendem retirar dessa mentira tendo um cariz muito prático ao fazê-lo, ao contrário dos homens, que embora também o possam conseguir fazer, preferem mentir por desporto já que gajo que é gajo não liga ao requinte e aposta na mentira grosseira, mesmo sabendo que a coisa lhe pode estoirar na cara.

- Ambos os sexos pensam saber exactamente quando o outro mente, ou pelo menos conseguem descobri-los se quiserem, ou pelo menos pensam que conseguem descobrir ou pelo menos pensam que conseguem pensar que conseguem descobri-los.

- Está ainda por descobrir o homem ou a mulher que não tenha mentido (mentir a si próprio sobre o assunto também conta).

Visto que a amostra deste estudo conta com uma participação de 100% de mentirosos, incluindo o gajo que escreve, pede-se que a proporção de lições de vida a retirar de posts sejam proporcionais à expectativa de haverem políticos honestos. Muito obrigado.

1 comentário:

  1. O grande truque do diabo é as pessoas pensarem que ele não existe...
    X

    ResponderEliminar

Se vais dizer alguma coisa, escreve, não fiques para aí a olhar.