7.6.06

O péssimo optimista

Este espécime, que existe e não está em vias de extinção, cruza o pior dos optimistas (a abstracção do mundo real) e o pior dos pessimistas (o dom de transformar o fatalismo em realidade), daí o seu nome – o péssimo optimista.
Este é o indivíduo que quando o patrão o chama para ir ao gabinete, pensa que vai ser aumentado e acaba despedido, algo que encara como uma boa altura para pensar no que quer do seu futuro, isto apesar de ter três prestações para pagar e o puto já estar quase a ir para a escola.
Este é a mulher que chega a casa mais cedo e se alegra por ver que o marido já está em casa e pensa que finalmente ele se lembrou do aniversário de casamento, apenas para o encontrar na cama com uma amiga de ambos, que ela ajudou durante o divórcio, ficando aliviada pelo facto de pelo menos não ser aquela vizinha da frente que ela sempre achou que era uma grande vaca.
Este é o jovem que depois de ir para a farra e apanhar uma bebedeira das grandes, acorda numa paragem de autocarro na Damaia, sem dinheiro, esmurrado e sem alguns dentes e fica satisfeito por ir a chegar um autocarro que passa perto da sua casa, por não ter ressaca e por calhar bem ter consulta no dentista no dia seguinte.
Este é a miúda que tem aspirações de voltar a encontrar o príncipe perfeito com quem se cruzou um dia, queimou as pestanas de tanto romance e filme romântico duvidoso que viu, não tem muitos amigos maiores que o tamanho A4, que ignora o Jaime do 2º esquerdo porque ele diz “Tefóna-me” e usa camisas de flanela aos quadrados (apesar de estar perdidamente apaixonado por ela), mas aos 58 anos, mesmo depois de ver na necrologia que o tal príncipe perfeito morreu a semana passada, casado e com 4 filhos, pensa que ele sempre a amou e que certamente pediu para publicarem a foto antes de se ir só para ela saber.
Enfim, este é o retrato geral de um péssimo optimista, alguém que porventura toda a gente já foi, nem que seja por um dia.
Mas, isto sou eu a falar, e que percebe um óptimo pessimista destas coisas?

6 comentários:

  1. Um óptimo pessimista disto não percebe nada porque é capaz de:
    - ter a chave certa do euromilhões e dá-la a um amigo porque acha que estas coisas só acontecem aos outros;
    - ter uma gaja podre de boa à perna e pensar "Ah, a mim tu não me enganas. Deves ser testemunha de jeová"...

    ResponderEliminar
  2. O péssimo optimista também pode ser confundido com o optimista pessimista, ou não?

    ResponderEliminar
  3. Nem por isso cereja, o péssimo optimista é o gajo que apesar de ter tudo para ser pessimista, escolhe é desgraçadamente optimista. Já o outro caso me parece nitidamente um tipo com dupla personalidade...

    ResponderEliminar
  4. a palavra "escolhe" sobreviveu, mas tal não foi da minha escolha...

    ResponderEliminar
  5. Só uma pequena "perguntinha" ... o péssimo optimista não será um indivíduo conhecido na gíria mundial como Português?

    ResponderEliminar

Se vais dizer alguma coisa, escreve, não fiques para aí a olhar.