17.5.06

Alguém me encontra a razão?

Da expressão: "Rimos que nem uns perdidos"?

Não conheço muita gente perdida que ande por aí a rir à gargalhada. Do género "Ah, ah, ah, vejam lá que queria ir para Alfragide e vim parar aqui à Cova da Moura" ou "Oh, oh, oh, fiz 100kms a mais porque me perdi nesta estrada nacional sem sinalização e agora estou quase sem gasolina".

E a ilógica da expressão é que para se rir que nem um perdido tem que se achar muita graça a alguma coisa, esteja ela onde estiver. Agora perdi-me, ai que engraçado...


Se alguém me puder ajudar, prometo levar todas as opiniões muito a sério, mesmo que esteja perdido de riso...

7 comentários:

  1. pensa abstracto. perdido-maluco-doido. ri-se que nem um doido.

    além do mais se apanhares o autocarro para a cova da moura e por alguma infelicidade do acaso fores parar a uma ilha paradisíaca, mañuel de um lado para o outro de bandeja na mão... piña colada por favor ... acho que tens motivos suficientes para te rires ... ainda que estejas perdido

    ResponderEliminar
  2. outro...

    - ah menina gira de 1,90m para que lado é o marquês que eu estou perdido?
    - o marquês é muito longe rapaz, mas olha vem até à minha casa que eu sirvo-te um café.

    mais uma vez perdido e com motivos para rir.

    e mais exemplos não dou. acho estes já chegam.

    ResponderEliminar
  3. Cara pala (e peço desculpa pela intimidade), rir-me que nem um maluco/doido seria a escolha fácil e eu não sou de facilitismos. Ninguém chama perdido a um doido normalmente, a não ser que este se tenha extraviado da ambulância que o levava, digo eu.

    Outro ponto, estando eu possivelmente perto do Marquês, digamos no Conde Redondo, uma "menina" de 1,90 a convidar-nos para um café em sua casa, pode começar com riso, mas acabar com choro...

    Caro humor, essa seria das poucas vezes em que eu seria apologista do seguidismo ;)

    ResponderEliminar
  4. não percebo como poderia acabar em choro no conde redondo... talvez no parque eduardo sétimo tivesse consequências pouco divertidas para alguns, mas humor podes encontrar em muitas situacões. eu acho que em qualquer canto de lisboa, encontrar uma menina de 1,90m pode ser engracado e fazer-te ir às lágrimas com o riso.

    ResponderEliminar
  5. Também não conheço muita gente toda partida que se ri imenso, da série "parti-me a rir".

    ResponderEliminar
  6. Eu até me ria, mas nem sei a quantas ando.

    ResponderEliminar

Se vais dizer alguma coisa, escreve, não fiques para aí a olhar.