23.5.05

A minha novela

Nunca gostei de novelas. Mas quando era puto gostava de ver o wrestling e o mítico Tarzan Taborda a comentar. Frases como "Este tipo não passa de um fanfarrão, dominava-o com uma mão atrás das costas" ou "No meu tempo usava muito a dupla patada" eram o ponto de alto de emissões onde lutadores com caparro e fatos de lycra ridículos, fingiam combater e ter ódios de morte.

Quando isso acabou na RTP, deixei cair o entusiasmo pela "modalidade".

Aqui há uns meses, descobri que a SIC Radical estava a dar Wrestling, infelizmente sem o apoio do insubstituível Tarzan, mas com legendas sobre os comentadores originais. Comecei a ver com a curiosidade natural do deixa lá ver se ainda conheço alguém...

A coisa continua falsa como sempre, os fatos elásticos e 100%polyester continuam lá, agora há gajas (com um ar bastante pecaminoso) e enredos com casamentos e engates, há tipos que mais de dez anos depois ainda lá andam e o entretenimento básico continua...

Repito, eu nunca gostei de novelas, mas vejo-me novamente seguidor atento das peripécias do Undertaker, do Shawn Michaels, do Triple H e de outros "fanfarrões"...

Tenho 27 anos, gosto de ler, não bato na minha namorada e tenho uma profissão que se pode considerar interessante. Sofrerei de perturbações mentais?

2 comentários:

  1. Queres um conselho de amiga ou de psicóloga?

    Ok, conselho de amiga: Arranja um psicólogo.

    :P

    ResponderEliminar
  2. Xiii... lembraste-me de quando via o wrestling na RTP, de tarde e como achava tudo uma parvoíce mas em divertia a ver... há uns meses, num daqueles raros momentos de zapping encontrei wrestling num canal "do cabo" :P e tb me deixei entreter a ver se ainda achava piada... pareceu-me realmente uma novela... tenho 30... não é que me deixei pairar por aquele canal?... :D

    ResponderEliminar

Se vais dizer alguma coisa, escreve, não fiques para aí a olhar.